Re:A matemática do cartão de cidadão

Data: 06-06-2014 | De: Ricardo Cunha Teixeira

Obrigado Graciete pelo seu olhar sempre atento!
Sobre a questão que coloca, o facto de o algarismo de controlo no BI estar destacado, enquanto que no NIF é o algarismo das unidades gera, por vezes, confusão nos cálculos.
Por exemplo, se um NIF terminar em ...603, a soma de teste a calcular, que deverá ser um múltiplo de 11, é a seguinte: S=1x3+2x0+3x6+4x...+5x...+..., até se chegar ao algarimo maos à esquerda.
Verifique, por favor, se assim funciona...

Novo comentário