Os sete frisos....

Data: 21-07-2014 | De: Graciete Virgínia Rietsch Monteiro. Fernandes

Este estudo que vem fazendo é importantíssimo não só por nos dar a explicação das simetrias, mas também por dar relevo a um trabalho artesanal que devia ser considerado património. Os calceteiros responsáveis eram verdadeiros artistas. Infelizmente hoje já não há mão de obra nem dinheiro que permita continuar esse tipo de pavimento. Temos uma obra triste aqui no Porto, na Avenida dos Aliados, pois com a construção do metro foi necessário levantar todo o pavimento e substituí-lo por pedras graníticas o que dá um tom cinzento à cidade. A obra é do arquiteto Siza Vieira, que eu até admiro muito, mas o que me disseram é que economicamente era incomportável reconstruir a Avenida tal com era. Julgo que as peças do pavimento antigo foram aplicadas noutras zonas menos extensas, mas disso nada sei.

Um abraço.

Novo comentário